domingo, 27 de janeiro de 2008

Stress de noiva

Se quando eu decidi casar eu soubesse - não que eu não soubesse, mas não achei que fosse tanto - que teria tanto estress e lágrimas eu talvez tivesse escolhido casar só na igreja!

Vc tem que pensar em tudo e em todos, no que gostam, no que não gostam, se vai agradar ou não, se é tarde ou cedo demais, se não vão estranhar ou não, se não ficará entediante ou não, a vontade e o gosto/opinião dos noivos é o de menos, pq no final são os convidados que "decidem" como as coisas serão...

Eu queria uma cerimônia linda, sem pressa, nem nada, que falasse de tudo que acreditamos e o pq de estarmos ali na presença de Deus honrado a vontade Dele e nos consagrando no matrimônio... Mas vc tem que pensar nas pessoas que estarão sentadas lá e que podem não gostar tanto assim de igreja, então o que os noivos fazem? Pedem uma cerimônia mais sucinta que não chateie tanto os convidados...

Queria bolo de chocolate porque acho mais interessante e pq o noivo só come bolo de chocolate. Mas a maior parte das pessoas preferem bolo branco e agrada a maior parte tb, pq é mais suave, mais fácil de agradar, o que a agente faz? Quando os noivos tem dinheiro fazem os dois bolos, qdo não tem, faz o que a maioria gosta. Quem é que vai arriscar que falem mal da sua festa??

Acho o fim da picada não fazer o que gosto ou quero só pq "a maior parte das pessoas" não gostam, não não se sentiriam a vontade, ai que vontade de mandar tudo aos ares e fazer somente aquilo que eu e o Wil queremos!

Até o horário da cerimônia será a mais conveniente e não a que gostaríamos... Mas quer saber de uma coisa, já estou cansada de escutar "mas isso para um casamento de dia?!!!", "mas aquilo" e blá blá blá...

Vou fazer o que eu quiser em certas coisas e que se danem os que não gostarem!!! É meu casamento e pronto!

Ai que stress!

3 comentários:

Fabiana disse...

Oi Pam!
Sou do Clube das Noivas e vim aqui conhecer seu blog.
Esta semana fechei minha data, um domingo, 19 de Outubro. Fiquei com muito receio de casar num domingo, pois não poderia ser à noite, e consequentemente não poderia fazer isso ou aquilo, modelo de vestido de noiva, roupa do noivo, decoração, etc, etc...
Isso me estressou muito, mas quando decidi fechar a data e que seria num domingo mesmo, decidi que faria o que quisesse, e que não deixaria que isso atrapalhasse os meus desejos e do Ju, o noivo. Se eu quiser casar com brilho, vou casar. Se o noivo quiser casar de meio fraque, vai casar. Sabe, não importa se vai ser "conforme a etiqueta", mas queremos que seja tudo conforme o que queremos! Para que depois, daqui uns anos, não venha aquele pensamento: "ah, eu não tive isso ou aquilo que eu queria tanto, pq casei num domingo à tarde..."
O casamento é seu e do Wil, então, acredito que vcs deveriam colocar suas vontades sim, até para que o casamento tenha a cara de vcs. Uma cerimonia mais lenta, do jeito q vcs querem, por exemplo. Porque quem não curte muito igreja, nem vai para a cerimonia, só vai pra festa, rsrsrs!!
Desculpe o livro, querida!
Fica com Deus.
Bjos
Fabi

Caroline disse...

Casamento durante o dia é um tormento, né? No exterior é tão comum, mas aqui no Brasil os convidados fazem parecer um bicho de 7 cabeças! Acho engraçado como as pessoas se sentem confortáveis com o que é comum ao invés de se animarem com experiências diferentes, como um casamento de dia ou ao ar livre!
Creio que isso que você está passando acontece com todas nós. Sempre abrimos mão de muitas coisas na preocupação do que é "o certo" ou do que vai agradar mais. No final das contas, a gente orgazina, paga tudo e quem é que agrada a gente? hahaha

Beijocas e boa sorte, Pam!

Carol Reis

Bia & Weverton disse...

Ola Moça... Blz???

Acabei de fazer o meu blogger...
me add aí... tb sou Adventista do Sétimo dia...e gostei do assunto sobre casamento :-)
tb estou preste a casar :-)
Mas em... como vc colocou aqla contagem regressiva para o seu casamento?

Bjus
fik com Deus